domingo, setembro 05, 2010

Maxmen

Como curiosa que sou gosto de dar sempre uma espreitadela às revistas,mesmo às direccionadas para os homens (se existem homens que espreitam a cosmopolitan porque não hei-de eu espreitar a maxmen???)
Foi o que eu fiz,queria associar o nome que tinha ouvido na rádio a uma cara e fui à procura da revista à net,porque não há ainda tempo para entrar em papelarias.
Já vi as fotos que estão disponíveis na net e a miúda tem uma cara engraçada,mas adiante.Quando fiz a pesquisa da revista no google, apareceu-me a miss maxmen e eu pensei cá para comigo "ora vamos lá ver o que há para aqui...."
E abri o top, vi algumas fotos porque aquilo é mulherio que a mania que é modelo até mais não ou então acham que o concurso é boa forma de engate, e na minha modesta opinião não tem nada de sensual ver uma gaja num mini foi dental,com o dito cujo todo espetado para fora e achar aquilo bonito!!!
Porra....nem toda a gaja fica bem de fio dental, e nem toda a gaja tem rabiosque para o usar.
E a catrefada de fotos que me parecem ter sido feitas por fotógrafos????Não é por se fazer uma produção fotográfica que se fica sensual....ou se tem a sensualidade ou não se tem...Topem-se!!!
Credo....quase que me sinto denegrida como mulher ao ver tanta foto não tanto a dar para o comum mas para o bardajão!!!!Mas não só em termos de rabos é em tudo!!!Mesmo nas poses.....dasssssss muitas parecem retiradas dos anúncios do Correio da manhã!!!
Eu só gostava de entrar nestas mentes e descobrir quantas sabem que têm as fotos online,quantas fazem isto por uma aposta por exemplo,quantas acham que conseguem ser modelos,quantas acham que conseguem engatar e quantas acham de facto que têm potencial para serem capa de revista??
Não tenho nada contra as mulheres que têm orgulho no corpo e não têm tabus em mostrá-lo,mas acho que há o limite do bom senso, de não transformar fotos e produções que podem sim serem bonitas em algo vulgar.

5 comentários

  1. Já se sabe que hoje em dia o sonho é ser-se famoso, e nem todos têm algo que mereça ser "público", e temos uma parte interessante da sociedade "moderna" que tem como característica aglutinadora a cusquice e o culto da imagens dos acéfalos jeitosos (ou nem tanto). Actualmente todos querem saber da vida do Rónhaldo, das ex e actuais mulheres de jogadores da bola, e ainda temos os escandâlos de hollywood que são um misto de estilo de vida dos boémios e dos que precisam de uma história picante para serem falados novamente ou ganhar uns trocos pelas fotos. Nesta pequena terrinha, o truque são os ensaios fotográficos manhosos com miudas menores em alguns casos, e de pseudo celebridades.
    Há a forte crença que ser famosos assim cria as bases duma boa carreira, mas cá por mim ser famoso era mesmo o pior aspecto de ser alguem com valor...

    ResponderEliminar
  2. Oh Ricardo:eu perdi algum tempo a ver fotos e aquilo tem para lá miúdas menores de idade...
    Mas sinceramente não entendo como é que há gente que acha que tem algo a ganhar com esta exposição na internet.E não é só no concurso da Maxmen,basta entrares no teu hi5
    e perderes algum tempo (e não é preciso muito,basta veres que algum dos teus amigos ou amigo dos teus amigos têm fotos destas)e o facebook entretanto começa a ir pelo mesmo caminho (é por essas e outras que só tenho gente que conheço no meu).
    Para mim é uma exploração do corpo,uma coisa de baixo nível e não entendo como acham isso muito fixe,mostrar o corpo online.É umas coisa que me ultrapassa,mas fossem só as mulheres a fazerem isso,mas não também há muito homem que se "vende" na net,mas as mulheres são aquelas que saltam mais à vista....
    Mas como conseguem achar que assim alcançam o estrelato???

    ResponderEliminar
  3. E de facto o vulgar é o pior que há.

    ResponderEliminar
  4. Oh loira...quando estava a escrever o post,interroguei-me se estava a ser demasiado puritana,mas acho que não.

    ResponderEliminar
  5. Oh loira...quando estava a escrever o post,interroguei-me se estava a ser demasiado puritana,mas acho que não.

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall