sexta-feira, outubro 01, 2010

Homens

Irra que vocês homens das três uma:ou são burros que nem portas,cegos que não querem ver ou pensam que nos vencem pela insistência!!!!
Não é não!!!!
Ponto final é ponto final mesmo que sejam quecas que duraram tempo a mais!!!!!
E não adianta falar coisas do tipo
"Mas estás a pão e água??"
"Nunca mais vens a minha casaão dá às escondidas???"
"Mas foi há 9 anos...."
"Não vou voltar a ver o teu rabo?"
"Mas porque é que és tão fria?"
"Mas vem a minha casa fumar um cigarro...."
"Mas sinto falta da aventura..."
"Mas puseste um ponto final quando???"

Vamos ver se a malta entende:quando dissemos não é não!!!!Principalmente quando se entrou numa fase do tipo "mas eu ando aqui a perder tempo para quê????Isto já não dá pica nenhuma há muito tempo!!!Eu não vou perder o meu tempo com aventuras e quecas"
E quando dissemos isso mais que uma vez é para ser levado a sério!!!!


Dasssssssssssss
Poupem-me a estes pseudo-dramas!!!!
Não tenho pachorra!!!!

10 comentários

  1. Eu quero acreditar que eles percebem muito bem, o verdadeiro problema é que andaram anos e anos a ouvir um não de uma mulher que queris dizer talvez, a ouvir talvez de uma que queria dizer sim e patati, patata. Por causa dessas gajas, nós, mulheres directas e decididas temos que levar com eles agora.

    Uma nova educação para os homens.

    ResponderEliminar
  2. Sim por causa disso moem-nos a paciência!!!!Ou não querem entender ou fingem!!!

    ResponderEliminar
  3. Pronto, está tudo dito. Uma diz a outra confirma! E depois os homens é que são o inimigo a abater!

    ResponderEliminar
  4. Oh Teófilo:quando dizemos não e já chega com ênfase é para se levar em conta e principalmente se temos que repetir.Agora não se convençam que quando depois do não dizemos sim é porque estamos desertas para pecar...é engano...é para não nos cansarem!!!

    ResponderEliminar
  5. nós não temos culpa que que vocês mulheres só compreendam as coisas quando são ditas ao contrário. Ou seja quando vocês dizem não, nós homens devemos entender um sim!
    Enfim, mulheres, complicações...

    ResponderEliminar
  6. É que não há pachorra mesmo... "Punde-vos a milhas", como diz uma amiga minha!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Oh Teófilo:não nada disso.....não...e isto tá tudo no ênfase e nas vezes que se diz não.É como dizer que não se gosta de arroz,não se gosta e ponto final.É como o não se é dito com ênfase e segurança é mesmo não!!!Se entendem como um sim e se nós fazemos a vontade é porque ao fim e ao cabo acabam por serem lenços de papel:usar e seitar fora!!

    ResponderEliminar
  8. Very:concordo com a tua amiga!!!Não quero,não me canses,não me chateies e por ai adiante mesmo nas quecas quer dizer não quero mais.

    ResponderEliminar
  9. Maria, deixa-me tomar partido aqui do Teófilo, não querendo generalizar (e estando a generalizar) há muito boa rapariga que gosta do "rapaz Binómio" ou seja, quer o meigo e o "selvagem", o amoroso e aventureiro, e no dia a dia vivem com um problema de bipolaridade, em que tentam ser boas moçoilas mas desejosas de um bom pecado na cama, daí haver muitos engates em que a moça não se mostra desejosa de uma pinocada, mas passa a mensagem de que depois de bater couro um bocado a "coisa dá-se".
    Aqui reparto as culpas nas mulheres que têm medo de assumir o que querem ou não com frontalidade e nos "gaijos" que têm como arma de engate não a pinta à James Bond, ou à Di Caprio, mas sim a táctica da tortura chinesa, que tanto bate até que...
    Quanto à tua pessoa que tal traduzir isso numa "musiqueta"? será um destes?
    -"Achy Breaky Heart" ~ Billy Ray Cyrus
    -"Black Horse And The Cherry Tree" - KT Tunstall
    - Oleander - I Walk Alone
    Mas olha uma pessoa tem é de se rever nas opções que toma! e tu, casmurra como consegues ser, és fiel a ti mesma.

    Vai patanisca!

    ResponderEliminar
  10. Ricardito:olha como bem sabes!!!!Casmurra e teimosa até que chegue!!!!
    Mas não somos todas iguais e vocês também têm olhos na cara para saberes quando é o nãoooooooooo e um NÃO!!!!

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall