Definições

domingo, novembro 21, 2010

Person at the window Salvador Dali
Estou a gostar bastante de ler o Anjo Branco.Achei a primeira parte bastante interessante mesmo as alusões à pila da personagem.Arrisco-me a dizer que à conta da primeira parte ainda vou reler  o Mundo de Sofia  de Jostein Gaarder, porque na minha opinião encontrei filosofia pelo caminho em vários excertos do livro e incluindo este que achei interessante.


" (...) O espírito humano procura três coisas na vida: verdade, beleza e bondade. É como se não pudéssemos viver sem elas, como se cada uma fizesse parte integrante do nosso ser. Mas quando tentamos definir estes três elementos centrais da nossa espiritualidade as palavras falham-nos.O que é a verdade? O que é a beleza? O que é a bondade?"
O aluno franziu o sobrolho,o olhar carregado de cepticismo. 
"O senhor professor não consegue definir a verdade?"
"Tu consegues?"
"Bem,verdade é....dizer uma coisa que corresponde à realidade, acho eu."
"O que nos remete para o problema da realidade.Diz-me: a que espécie pertences tu no reino animal?"
"(...) Que eu saiba sou um homem.
"(...)Então imagina que acordas de manhã e descobres que és um gato que estava a sonhar que era um homem.(...)Quem nos garante que não estás agora a sonhar?
A pergunta intrigou o estudante.
"Quer dizer, acho que não estou (....)aliás tenho a certeza."
" A certeza que tens agora é, presumo eu a mesma certeza que tens de que,quando estás a sonhar,o sonho é a realidade.Vá lá sê sincero..."
" Bem (...)sim é verdade."
"Então não conseguimos distinguir a verdade, pois não? Verdade é o que corresponde à realidade.Mas qual realidade? (...) O mesmo se passa com a beleza ou com a bondade"
(...)Agora imagina que sou cego de nascença e tenta explicar-me o que é o verde.
(...)"Quer dizer...o verde é...enfim...não sei bem como explicar."
Exacto!O verde é uma propriedade elementar,mas é impossível de explicar a quem nunca viu.(...)Há certas coisas que apesar de existirem, não é possível enclausurar ou exprimir em palavras.São se quiseres propriedade intuitivas.Existem, apesar de não podermos descrevê-las com rigor.
(...)A bondade existe,todos sabemos o que é,mas tal como falamos da verdade ou da beleza, não conseguimos captar por palavras a sua essência.Aristóteles dizia que todos os seres humanos buscam a felicidade.Eu diria que a bondade é o esforço que cada um de nós faz para que todos alcancem a felicidade."
"É a sua definição?"
"Pode não ser perfeita mas é minha"
"Então não há definições satisfatórias."
"Pois não.Quer dizer existe outra que também acho curiosa.não é directa mas roça a verdade.Queres ouvi-la?"
O docente de Deontologia Médica girou na cadeira e contemplou pela janela os estudantes (...)
"Um homem bom gosta das pessoas e usa as coisas",enunciou.Um homem mau gosta das coisas e usa as pessoas."


E para vocês o que é satisfatório?
O que é a bondade?
O que é a realidade?
O que é a felicidade?
Encaixa-se neste excerto ou nem por isso?



You Might Also Like

10 comentários

Popular Posts

Subscribe