sexta-feira, dezembro 24, 2010

Falta de tolerância

Se há coisa que eu não tolero é ter senhoras de alguma idade a querem tirar o bilhete antes de mim.A isto junta-se o estar a dizer que o funcionário da bilheteira não sabe o que está a fazer e que se demora por as outras funcionárias.O resultado final:nem pensar que ia passar à minha frente sem me pedir licença para e ainda ouviu"minha senhora nesta vida andamos todos a aprender."Resultado:a senhora calou-se,o funcionário sorriu para mim com ar agradecido,eu desejei-lhe um feliz natal e ele retribuiu o agradecimento.Sim eu sei que esta é época da tolerância e da solidariedade,mas estas coisas eu não suposto nem no natal nem em qualquer altura do ano.E felizmente que a senhora não teve a falta de senso de me dizer alguma coisa por não a deixar passar.É que se isso acontecesse coisa boa não se ia passar.

7 comentários

  1. Olá Inezita. Ora bem, muito obrigada pelo presente. Obrigada por te teres lembrado de tal coisa. Desejo-te um bom Natal, que eu sei que não gostas muito, mas faz um esforcinho. Meia dúzia de horas e já acabou. Come muito e que se foda a dieta. E pronto... é isto. :)
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  2. Eu não agradeci à Inês porque ela ofereceu-me um música interpretada por um cantor que não me diz nada. Se ela tentou usar humor com este presente, então digo-lhe que não teve piada.
    Mas tirando isso está tudo bem.
    Sara com Sobrenome.
    A Inês gosta do Natal. Ela apenas quer ser diferente das pessoas normais!
    Hummm, Parece-me que esta não teve piada...
    E já estou a ver o filme: A Sara vir a correr em defesa da Inês, Ou talvez não...
    FELIZ NATAL.

    ResponderEliminar
  3. Teófilo:já andas aqui há tempo suficiente para saberes que eu não gosto do natal.Um exemplo:faz hoje dois meses que perdi o meu avô.O natal lembra-me a infância que consegui ter mas também os internamentos da minha mãe que teve desde que me lembro.Mais uma coisa para o assunto ficar encerrado de uma vez por todas.Faz agora um ano que estava à beira do abismo.E tudo o que vive nestes meus parcos 30anos reflecte-se e muito nesta altura do ano.Assim sendo estamos entendidos quanto a este assunto.No que respeita à música escolhi a nini porque fala do amor que se tem na juventude.

    ResponderEliminar
  4. Inês, falando muito a sério, não vejo que o Natal seja responsável por qualquer infortúnio na vida das pessoas. Muitas vezes acontece o mal bater-nos à porta em deteminada ocasião, mas isso não passa de mera concidência. Mas eu respeito a tua opção e desculpa eu estar a brincar contigo. Brincar contigo mas não com o teu sofrimento. Desejo é que tudo se modifique e tenhas um vida com qualidade e passes a ser muito feliz.
    E se eu te desejo isto pelo Natal, não quer dizer que tenhas tudo isso apenas nesse dia. A Felicidade que te desejo é vitalícia.
    Faz-me o favor de ser Feliz.

    ResponderEliminar
  5. Confusões de natal não é? Deixa isso para trás. Já sei que não gostas do natal... este natal também não vai ser feliz para mim... mas mesmo assim...bom natal.

    ResponderEliminar
  6. Estas senhoras com uma certa idade conseguem ser mal educadas, muito mesmo.

    ResponderEliminar
  7. Ferazita: a sorte dela é que não se pôs à minha frente...é que ela se pusesse não ia sair coisa boa!!

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall