domingo, dezembro 19, 2010

Mudanças

Ontem fui escravizada pela minha mãe....é verdade!!!De vez em quando estas coisas acontecem...tive a mudar-lhe o quarto e a pôr uma alcatifa.Mudar aquele quarto não é coisa fácil, porque implica não só o esvaziamento do guarda-vestidos mas também a desmontagem e montagem da cama dela.
Acabei o dia com tudo arrumado, com umas quantas nódoas negras e a pensar que já mudava o móvel da televisão do meu quarto, a dizer à minha mãe:
Mãe não te lembres de quereres fazer mudanças nos próximos tempos.
Feitas as mudanças,quando me fui refastelar na cama a ver televisão pensei para com os meus botões
Acho que vou mudar o móvel da televisão de sítio, se calhar arranjar um substituto para o dito cujo,e ponho a estante ali e o guarda-vestidos acolá.
O que é que vou fazer agora em vez de ficar a vegetar a tarde toda??
Mudanças....e a minha mãe ficou nesse momento a olhar para mim e a pensar qualquer coisa como não lhe chegou a dose de ontem?????

11 comentários

  1. Inês, o mais provável é ela ter ido depois espreitar a medicação dela, não fosses tu ter "fanado" algum "rebuçado".
    Mas verdade seja dita, as mudanças, para além de cansar têm um efeito terapêutico, porque vais "mudando" um pouco do teu dia a dia, e com sorte, revirando / recordando / destruindo algumas memórias que alguns objectos trazem.

    Eu, como já fiz algumas mudanças de quarto, passeia achar piada a descobrir pequenos objectos que trazem memórias.
    Ou então, apesar de já não acontecer com estas mobílias e sofás novos, encontrar montes de moedas nos forros dos sofás e casacos velhos. Era um fartote de encontrar moedas de 100 e 200, ou então notas azuis com o Fernando Pessoa, que já não valiam nada....ohhh infância triste.. lol

    ResponderEliminar
  2. Eu passo a vida a mudar a disposição do quarto e da sala. Reflecte a minha eterna inquietação e como sempre fui assim cá em casa os móveis são leves:)
    bjos

    ResponderEliminar
  3. Ricardo: sabes que a minha pessoa é um bocado bruta com as coisas.Ainda hoje a minha tia esteve a dizer-me (e com alguma razão)que eu devia ter arranjado alguém para vir fazer as coisas em vez de ser eu a fazer trabalho de força.
    Com isto esvaziei um pouco o guarda-vestidos, o que é bom.

    ResponderEliminar
  4. La Boheme: eu sou bocado bruta com as mudanças...vai tudo de uma vez e não é preciso ajuda para nada.Apesar de os móveis não serem pesados,estar parte da tarde ajoelhada a pôr uma alcatifa a arrastar um guarda-vestidos deixou-me vá...com os braços,costas e joelhos doridos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Risos... vá, não sejas assim! Tu lá no fundinho, bem no fundinho até fizeste com muito gosto! ;)
    Porém pensa pelo lado positivo da coisa! Com frio com toda a certeza não ficaste! LOOL

    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Inês, queres ver que tomaste o gosto à coisa, isto é, à veia decorativa!
    Diz lá se a tua mãe não adorou o novo look do seu quarto? Basta ter o dedo da filha!
    Beijinho de boa semana, Sofia

    ResponderEliminar
  7. Essência: a mudança do quarto da minha mãe foi qualquer coisa como "se eu fizer tu ficas quieta?"
    Fiz com muito gosto sim,mas estou com umas quantas nódoas negras,mas ela diz que até dormiu melhor. lol
    E de facto não há nada como fazer mudanças para aquecer. :)

    ResponderEliminar
  8. Sofia: esta semana pode-se seguir a pintura de quarto e de casa-de-banho,mas não me aventuro nisso sozinha.
    A minha tia declarou-me apta a pôr alcatifas.
    Se a minha mãe não gostasse tinha que dormir lá à mesma.
    Boa semana para ti!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Lembras-te de há 30 anos atrás, blá-blá-blá...

    Pelas mãos de minha mãezinha
    Andei pelos tempos de então
    Hoje como está velhinha
    É ela que anda pela minha
    Faço minha obrigação

    Quase que perdeu o tino
    Pobre mãe, como mudou
    Que coisas há no destino
    Hoje sou eu que lhe ensino
    Tudo o que ela me ensinou

    Sua radiosa alegria
    Em sua alma é defunta
    Ela que tudo sabia
    E que tudo me dizia
    Hoje tudo me pergunta

    E agora só peço a Deus
    Que neste mundo de escolhos
    Quando ela for para os Céus
    Seja eu quem feche os olhos
    Àquela que abriu os meus.

    ResponderEliminar
  10. Teófilo: é bonito mas depressivo.

    ResponderEliminar
  11. Inêzita, eu gosto de mudar, é bom. Mas as mudanças que se aproximam são um bocadito para o pesado. Medo... muito medo.

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall