Engates

sábado, maio 14, 2011

Nunca vi um engate tão descarado como o de ontem.
Faltou charme e sensualidade e aquelas coisas bonitas e fofinhas. O Pedrinho não sabe engatar e ainda por cima disse ao Paulito "olhe para mim se faz favor", com ar de que quem manda no engate, na sua consumação e na posterior relação é ele.
E ele não gostou, ficou magoado com essa afirmação de "quem manda aqui sou eu!!"
Pareceu-me um engate do género "pode ser ou está difícil??? É ou não é??"
Isto tem que ser feito "com jeitinho como o Porco-Espinho" (disseram-me isto ontem). Tem que haver um ritual de acasalamento antes do acto ser consumado, ter em conta as necessidades do outro, o que ele quer, o que deseja. Não pode ser um zás traz, e nem pozinhos de perlimpimpim. Tem que haver uma saída, um jantar à luz das velas, uma boa conversa, especialmente quando o outro lado se está a fazer de difícil, e se recusa a aceitar o engate.
Eu ontem não vi um namoriscar, vi um "vamos ali ao canto escuro falar, e eu já te mostro o que é bom", versão política. 
O Pedrinho "não fode, mas também não sai de cima." Parece-me que lhe faltaram estas aulas enquanto foi Jotinha. 
O Paulinho, como uma verdadeira lady que se preze, faz-se de difícil, não quer conversas na praça pública devido às línguas viperinas, dispensa poucas-vergonhas e tem uma reputação a manter, ficou muito magoado com o rotundo não que o Pedrinho lhe deu quando o pediu em namoro. 
O engate é capaz de ser consumado, mas o Pedrinho tem que ir com calma, porque já diz o ditado "que devagar se vai ao longe". Talvez umas leituras sobre a "Arte de bem engatar", que vem em inúmeras revistas, lhe sejam benéficas. Isto de engatar alguém que se está a fazer de difícil exige esforço, exige oferecer algo que o outro queira muito muito muito. Mas Pedrinho, nada de oferecer submarinos!!!!!Oferece um tractor e uns hectares de terra. O Paulinho gosta disso.


You Might Also Like

12 comentários