Palhaçadas

sexta-feira, maio 20, 2011

Eu até entendo que os pequenos partidos tenham direito a falar, a debater, a apresentar as suas propostas na televisão. Afinal de contas, existem mais partidos do que os que se encontram representados na AR, e têm todo o direito a manifestarem-se, independentemente da ideologias que ali estão patentes, se são cristãos, pelos animais, e por aí adiante.
Se entendo isso, percebo e aplaudo que os canais tenham optado por lhes dar visibilidade, e oportunidade de falarem. Afinal de contas, estamos em democracia, temos liberdade política, religiosa e de expressão e sou a favor de que estes direitos sejam usados. 
Mas assim como existem direitos, existem da mesma forma deveres, e todos devem ser cumpridos. 
Diz a Constituição da República que: 
"O povo exerce o poder político através do sufrágio universal, igual, directo, secreto e periódico, do referendo e das demais formas previstas na Constituição.

Os partidos políticos concorrem para a organização e para a expressão da vontade popular, no respeito pelos princípios da independência nacional, da unidade do Estado e da democracia política.
Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.

O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.
Os partidos políticos e as organizações sindicais, profissionais e representativas das actividades económicas, bem como outras organizações sociais de âmbito nacional, têm direito, de acordo com a sua relevância e representatividade e segundo critérios objectivos a definir por lei, a tempos de antena no serviço público de rádio e de televisão.
Nos períodos eleitorais os concorrentes têm direito a tempos de antena, regulares e equitativos, nas estações emissoras de rádio e de televisão de âmbito nacional e regional, nos termos da lei."

E, isto que eu ontem vi, foi uma completa falta de respeito.
Falta de respeito pela liberdade de expressão.
Falta de respeito por quem trabalha.
Falta de respeito por nós.
Falta de respeito pelas vários opiniões, concordâncias e dissonâncias que existem e sempre irão existir.


Minha gente: este vídeo que está em baixo, é uma falta de respeito, uma insanidade completa, uma estupidez, ou a mente sórdida de alguém que acha que ao fazer estas palhaçadas ganha votos e consequentemente, não acontecerá um milagre e não irá este senhor para a AR ocupar o seu lugar tachista???

Eu tolerei este senhor nas Presidenciais pela lata que teve.  
Mas isto é gozar com todos: com uma classe política, com os cidadãos, com um país, com quem se preocupa com o rumo que as  coisas estão a tomar.



You Might Also Like

3 comentários