terça-feira, maio 10, 2011

"Um dia hei-de encontrar…» Assim começam quase todos os sonhos de amor e esperanças de amizade. Quem assim sonha, já está meio derrotado, já está meio desiludido porque, em vez de esperar pelo encontro que deseja, já está a procurar. Imaginando parcialmente a pessoa que se quer encontrar, como se ela já existisse, com as medidas que o coração encomendou, está a fechar-se em si mesmo. E assim se fecha também ao mundo (...)".


Miguel Esteves Cardoso




Eu encontro uma nota, umas moedas perdidas na mala, um papel, uma pessoa que não vejo há muito tempo.

Eu não encontro nem a amizade nem o amor. Esses não se encontram. Esses surgem à nossa frente por obra do acaso, ou porque é o destino.

Querer encontrar a amizade e o amor é querer forçar o aparecimento de algo ou de alguém. Essas coisas não se esforçam, surgem e pronto.

Como surgem??Não sei. Mas acredito que é assim que as coisas acontecem.
   

You Might Also Like

2 comentários