quinta-feira, junho 30, 2011

Para mais tarde recordar

Estive a ver agora a reportagem sobre o funeral do Angélico. Não me espanta ver por ali centenas de pessoas, neste tipo de funerais é normal, a malta tem que lá estar, e isso tanto se passa em Portugal como na Espanha, como em qualquer país.
Agora o que espanta nestes casos é ver as pessoas a dizerem aos repórteres "Não o conheci, só o via na tv, mas tive que vir vê-lo ao vivo e a o cores." Estas respostas só me lembram as carpideiras e as falsas beatas, que em vez de mostrarem alguma solidariedade para com os que sofrem, vão ver as lágrimas ao vivo e a cores porque isso é que é bonito.
Ir ver-se o nível de berros, de choros e desmaios, se existem muitos olhos vermelhos. Ter-se a certeza de que o morto está mesmo morto, vê-lo bem com estes olhinhos que a terra há-de comer. Já agora estar de olho na câmara de tv, porque elas andam aí e é sempre bom aparecer na televisão. É bonito, fica bem.
E não esquecer de contar à vizinhança tudo o que viu, porque isto de se ir ver a desgraça alheia é bonito e fica bem (vai-se a ver, pelo caminho ainda se pedem uns autógrafos e tiram-se umas fotos às escondidas que podem vir a dar jeito, e fica sempre bem guardar estes momentos para mostrar aos que não puderam ir prestar o seu carpideirismo ao local.

15 comentários

  1. plenamente de acordo

    ResponderEliminar
  2. Tão verdade!!!! E isso irrita-me completamente sabes. Valor dou aqueles que lá estavam que nem o chamavam de Angélico... chamava-no de Sandro... no fundo o nome dele... eram os amigos... os verdadeiros amigos...

    Já não escrevia aqui há algum tempo!!! bem-vindo a mim!

    ResponderEliminar
  3. Necrófilos! Há-os em todos ao funerais e muitos mais nos dos "famosos"!

    ResponderEliminar
  4. É isso e eu estar a ler uma revista e ver uma foto que vem designada como a última namorada do angélico e a miúda foi vê-lo ao hospital, mas primeiro vestiu a roupa mais in que tinha em casa, com a barriginha bem visivel, aprontou-se toda e lá foi. só pensei que se fosse eu queria era estar perto dele, não me ía preocupar muito com o que ía vestir. Mas prontes... o amor é assim.

    ResponderEliminar
  5. Olha minha querida, eu sei que tenho a mania de estar sempre a deitar água na fervura (tu já sabes que muito raramente me apanham a dizer mal ou a criticar o que quer que seja) mas acredito que no meio daquela gente toda (mesmo de entre aqueles que de facto não o conheciam) haveria mesmo quem quisesse ir lá solidarizar-se com a família e prestar uma última homenagem ao cantor.

    Não vi imagens das cerimónias e tenho até evitado ler e ver notícias sobre este caso.

    Perdi um irmão num acidente de automóvel e posso garantir-te isto: na hora em que saí da igreja para rumar-mos com o seu corpo ao cemitério para as últimas exéquias, deparei-me com centenas de pessoas cá fora, em silêncio, à espera para ir acompanhá-lo num último adeus. Nenhuma daquelas pessoas sabe o conforto que eu senti no meu coração naquela hora e sempre que me lembro disto, INVARIAVELMENTE choro... de gratidão.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo: eu acredito que estivessem lá pessoas por solidariedade, mas muitas queriam era ver o espectáculo.

    ResponderEliminar
  7. Malena: eu questiono-me porque é que existem tantas pessoas com tanto prazer em fazer isso.

    ResponderEliminar
  8. Loirita: não me vou fazer de santa e dizer que não vi fotos do funeral. Vi, tive tempo para isso,além do mais estavam em tudo o que fosse jornal e revista. A namorada dele provavelmente quis 15 minutos de fama, como quiseram outros tantos. Aproveitar a ocasião para aparecer e ser visto.

    ResponderEliminar
  9. Orquídea: eu também acredito que estivessem lá pessoas que queriam mostrar a solidariedade, e que sim isso ajude a amenizar a dor. O que me custa e o que quis dizer é que a maioria estava lá para ver a desgraça alheia.E isso acontece em todo o lado, mas neste tipo de coisas a proporção é muito maior.

    ResponderEliminar
  10. Até é um insulto para quem realmente o estimava.

    ResponderEliminar
  11. Eu achei incorrecto o facto de deixarem os fãs entrar para verem o Angélico no caixão. COM CRIANÇAS! Não achei bem. O resto... bem, estamos habituados.

    ResponderEliminar
  12. S*: uma coisa é ser solidário, outra ir mirar a tristeza.

    ResponderEliminar
  13. Sara: nem mais.Eu fiquei azul quando vi isso.São crianças por amor da santa...e filho meu nunca iria para um sitio desses nem que fizesse a maior birra de todo o mundo.

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall