Leve

quinta-feira, março 08, 2012

Após uma semana de internamento da minha mãe, antecedida de uma semana e mais qualquer coisa de quase exaustão, hoje acordei e passei o dia a sentir-me Inês, a Inês de sempre, a que aguenta tudo e mais alguma coisa. Acordei a sentir-me mais leve, e soube-me pela vida.
E sabe-me tão bem, tão bem sentir-me Inês por inteiro. Isto de ter uns dias de Inês a 50% foram chatos. Mas finalmente, as energias estão retemperadas, e a bateria está praticamente carregada.


You Might Also Like

7 comentários

Popular Posts

Subscribe