Nota

segunda-feira, agosto 20, 2012

Não escolhemos a vida que levamos. Uns têm mais sorte, outras menos. Um destino mais risonho, um mais sisudo. Uns conformam-se, outros nem tanto. Penso que estou num meio termo: nem conformada, nem inconformada. Aqui os opostos não me servem. Se me conformo subjugo-me, se me torno numa inconformada não consigo nem viver nem tolerar.
Basicamente preciso de ambas: da conformidade e da inconformidade.

   

You Might Also Like

4 comentários