Optimismo

sexta-feira, agosto 10, 2012

Dizem que sou pessimista, eu considero-me realista, talvez até demais o que leva a uma confusão com pessimismo.
Mas como posso tentar ou fingir que sou optimista em relação a algo, quando vejo realmente o oposto?
De que adianta dourar a pílula, ou pintar a coisa de cor-de-rosa, quando vejo o oposto?
De que adianta tentar atenuar algo?
Nunca percebi a utilidade de pintarmos as coisas de cores bonitas, se de facto se passa o oposto.
Não percebo quem diz "ah isto melhora, ainda nos safamos, temos que pensar que sim", quando olho à minha volta e vejo o oposto.
Esta história de sarapintar e decorar realidades e dias não é bom, nem penso que seja saudável.
Apesar de uma pessoa precisar de ser optimista (e ainda bem que os há), deve também ser realista.
Viver demasiado no optimismo pode gerar utopias e posteriores desilusões. E nem uma nem a outra é saudável.

You Might Also Like

8 comentários