Habemus papam (2)

quarta-feira, março 13, 2013

Muito sinceramente esperava alguém mais novo, mas "acertei" no palpite de que não era europeu.
Pelo que fui lendo, moderado e conservador q.b. mas defende a importância das nossas escolhas individuais.

Bom comunicante e orador. Um pensador jesuíta do "novo mundo". Outra forma de viver, de pensar e de estar, muito longe do que estamos habituados, um para fora de Roma, do Vaticano. Muito provavelmente com um outro olhar sobre o mundo, talvez com um sentido mais prático da coisa. Alguém que me parece mais próximo das pessoas, pelo menos a avaliar pela forma como falou com a multidão.

Para promover as mudanças necessárias na igreja (ou pelo menos para iniciá-las), não é necessário um pontificado longo, mas sim um pontificado "forte". E o nome escolhido parece ser indicador de que vão existir mudanças na igreja, ou de que se vai começar a trabalhar para isso. Francisco, apenas Francisco (sem o I ).


You Might Also Like

2 comentários

Popular Posts

Subscribe