quinta-feira, abril 04, 2013

Saída

"Não reúno condições anímicas"...
Pois pois, eu já lhe ouvi chamar muita coisa.
A saída de Miguel Relvas do governo só peca por tardia, e saliento ainda que este devia ter sido demitido logo que começaram a rebentar os escândalos. Ninguém era e é insubstituível, e Miguel Relvas não seria de todo excepção  Agora espero ansiosamente pela anulação da sua "licenciatura", bem como estou para ver quem são os próximos a saírem por livre vontade deste "governo", quando vier a decisão do TC, que como se antevê não será positiva....

4 comentários

  1. Não sei se reparaste, mas esta saída e o que ele disse tinha tanto nas entrelinhas... o governo, está cheio delas! :S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh se tinha...
      Cheirou-me a qualquer coisa como "acham que fizemos merda...esperem pelos próximos."

      Eliminar
  2. Ele demitiu-se agora para evitar a vergonha depois...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vergonha é que ele não tem. Se tivesse tinha-se demitido há muito tempo.

      Eliminar

© Brainstorming
Maira Gall