Dos líderes

terça-feira, julho 02, 2013

Ser líder de um país com 10 milhões de pessoas não é a mesma coisa que ser líder de uma qualquer juventude partidária, seja ela de esquerda ou de direita. É o que se perfila neste cenário de antecipação de eleições antecipadas: a substituição de um líder de uma juventude, por outro.
Liderar um país não é brincar nem ao rei manda ou à mamã dá licença. Nem é agitar bandeiras, e gritar slogans giros, e vestir a t-shirt do partido.

Eu nem rio e nem choro, estou boquiaberta com tudo isto. Com a mandíbula deslocada...
Se o Sócrates nos levou ao cirso, PPC fez de nós palhaços.

You Might Also Like

4 comentários