Balanço

segunda-feira, dezembro 30, 2013

Não sendo necessário, o dia 31 tem a simbologia de toda uma reflexão pelo que fizémos durante o ano que está acabar. 

Olhando para trás, concluo que estas linhas se encaixam perfeitamente nos meus 365 dias passados.
De facto recuperei e reconstruí amizades, perdi uma ou outra (mas verdade seja dita não tenho qualquer mágoa, o que vem mostrar que não passavam de "conhecimentos", algo sem a substância necessária).

Chorei sim, sim guardei mágoas e sim sorri. Terei provavelmente re-aprendido a sorrir perante o bom e o menos bom. 

Não foi um ano fácil, já tive anos bem mais fáceis e bem melhores. Não tive grandes momentos vitoriosos, de apogeu. Tive sim bons momentos e sim soube tirar partido e ilações dos mesmos. 

Quanto aos momentos menos bons, "é seguir em frente porque atrás vem gente", e tirar as devidas aprendizagens dos mesmos.

Assim de repente o melhor do meu ano, foi a "minha" resiliência. Sem ela tenho a certeza de que teria tido um ano muito, mas muito mais complicado de ultrapassar.



You Might Also Like

2 comentários

Popular Posts

Subscribe