Assim como me fui

sábado, setembro 20, 2014

Assim como me fui, venho.
Nesta vida que tem sido, casa trabalho, trabalho, muito trabalho, muito muito muito trabalho, casa o pouco tempo que fui tendo era dispensado nas necessidades mais importantes: comer e dormir para poder descansar um pouco e preparar-me para o dia seguinte, e assim sucessivamente. Vá que fui intervalando com a também necessidade básica de ver e ouvir notícias, de estar minimamente actualizada com o que se passa no país e no mundo. Parei de ler, deixei de seguir blogues, desisti de acompanhar as novelas, bem como de ver as minhas séries, de papar os comentários do Marcelo, do Marques Mendes, do Eixo do Mal, e de sei lá mais......
Admito que tentei fazer alguma leitura blogosférica, que muitas vezes abri o blogue e sentia a necessidade de escrever, de postar uma música, imagens, fotografias e por aí. Mas o pensamento e a frase que me vinham à cabeça era sempre este: "estou tão cansada....amanhã faço". E passou o amanhã, o depois do amanhã, o depois do depois de amanhã e assim sucessivamente. E assim se passaram praticamente 4 meses do que foi um interregno primeiro algo forçado, mas depois também necessário.

E depois do interregno, da pausa?
E depois....depois sabe muito voltar.

You Might Also Like

0 comentários