segunda-feira, janeiro 06, 2014

Tomar as dores da Sofia do SS4

E a indignação pela atitude do Diogo do SS4, cresce cada vez mais pelas redes sociais. Confesso que também eu fiquei a modos que boquiaberta pelas declarações dadas ontem pelo rapaz na gala do desafio final. Precisa do espaço, da liberdade, de estar com os amigos. Se o Diogo esteve bem? Claro que não. Se fosse inteligente, tinha feito o frete por mais umas semanas e depois afastava-se. Esta sim, teria sido uma jogada de génio.

Oh, mãe do Diogo sua malvada, que não entende que a Sofia é uma fera ferida, que gostava muito do Diogo, que o amava, que aqueles vídeos foram feitos apenas para a descredibilizar, quem sabe terão sido montagens de mentes maquiavélicas que querem denegrir a imagem dessa heroína de muita mulher de Portugal.

Agora esta situação instilou tanto ódiozinho por parte dos fãs fundamentalistas, que não me espanta nada que lhe tentem fazer uma espera à porta de casa nestes próximos dias.  É o que se espera de pessoas que viveram este "romance" (jogo, nada mais do que jogo), como se fosse a mais bela história de amor dos últimos tempos.

Se existem exemplos de Grandes e Mães e de Grandes Mulheres, este não é com toda a certeza. Eu não sou mãe, mas tenho a certeza de que se fosse, nunca deixaria uma filha de meses ao cuidado de familiares para ir fazer a vida negra ao pai e arranjar 15 minutos de fama à conta de escandaleiras de baixo nível como as que se viram ao longo de 3 meses.

Ajudar verdadeiramente a Sofia é arranjar-lhe um bom tratamento psiquiátrico. Aqueles olhinhos, aquela postura de "pobre de mim, os outros são mãos, e eu tenho uma filha para criar, vou-me vingar ", e aquele tom de voz parecem mostrar que ainda para ali algum problema psiquiátrico, um transtorno de personalidade e dos bons. Daqueles mesmo bons, porque o que se viu nestes três meses foi de alguém mentalmente insano.



6 comentários

  1. Não acompanhei mas li sobre isso no Facebook. Fez ele bem, afastou-se da cobra. Pelo menos a minha mãe, que via, diz que é uma cobra. :P

    ResponderEliminar
  2. É a primeira vez que estou no teu blog e gostei muito. já estou a seguir:) Passa pelo meu, espero que gostes:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada e bem-vinda Diana.
      Sim, vou espreitar o teu cantinho.
      :)))

      Eliminar
  3. Já que aprovam e tecem elogios a homens como este, eu espero e desejo-vos, um igual com as mesmas atitudes a todas vós :)))
    Chamam cobra á SOfia???? mas o que ela fez????....ESTA GENTALHA em vez de comentar os fatos que esses, sim são inegáveis passam a insultar aqueles que foram vitimas de pessoas mal FORMADAS, SEM PRINCÍPIOS, INFLUENCIAVES , JOGADORES ETC....ETC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isa, não chamei cobra a ninguém,e claro que concordo que foi uma atitude péssima. Como eu digo no post, teria sido muito mas inteligente da parte do Diogo, deixar passar umas semanas e depois pôr-se ao fresco. Assim, ele saía da história com uma imagem mais limpa. Quanto ao que a Sofia fez, todas imagens atitudes e discussões falam por si (penso que não seja necessário dizer quais). E eu fui daquelas pessoas que condenou a atitude do Thierry e da Débora, porque não se fazia. Mas quanto ao resto, a minha opinião é de que a Sofia precisa de um bom psiquiatra.

      Eliminar

© Brainstorming
Maira Gall