sexta-feira, outubro 01, 2010

Dia Europeu da Depressão

Hoje é o Dia Europeu da Depressão...sim também existe um dia para isso basta estarmos atentos às notícias.
Provavelmente vou alongar-me sobre isto porque é importante falar/escrever sobre um assunto que é um tabu na nossa sociedade em pleno século XXI.
Foi hoje lançada a primeira campanha que pretende alertar contra a depressão chamada "A depressão dói.Mas pode deixar de doer", e por ano morrem cerca de 1200 pessoas devido a depressões.
Ahhhhhhhhhh mas morrem mais pessoas vitimas de cancro e de avcs e ataques do coração....é verdade que sim.Mas a questão é que nós somos informados sobre estas doenças e sobre a depressão quantos de nós e de vós estão realmente informados sobre a doença???
Sabiam que a taxa de depressões e suicídios aumenta muito no Outono, e que a Suécia tem uma elevada taxa de suicídios devido à falta de luz solar???
Sabiam que os investimentos feitos pelo governo na saúde mental são escassos???
Ahhhhhh mas muitas  pessoas fingem que estão com depressões para terem baixa e não trabalharem....pois fingem e tomaria eu que elas soubessem o que custa de facto ter uma depressão!!!!
Ahhhhh mas o que falta a essas pessoa é o trabalho......e as que entram em depressão por terem trabalho a mais e andarem física e mentalmente exaustas????
E as pessoas que escondem a doença por medo de serem discriminadas pela sociedade em que vivem????
E as que são criticadas por assumirem que têm uma doença e ouvirem "Ah e tal não ligues a isso!" O não ligar a isso é uma atitude errada!!!!O dizer que isso é falta de vontade é uma atitude errada!!!
E os sintomas de uma depressão??Pensam que é só tristeza??Pensam que só afecta determinada faixa etária???Não nada disso.....O portal da saúde entre outras coisas explica os sintomas da depressão:
  • Modificação do apetite (falta ou excesso de apetite);
  • Perturbações do sono (sonolência ou insónia);
  • Fadiga, cansaço e perda de energia;
  • Sentimentos de inutilidade, de falta de confiança e de auto-estima, sentimentos de culpa e sentimento de incapacidade;
  • Falta ou alterações da concentração;
  • Preocupação com o sentido da vida e com a morte;
  • Desinteresse, apatia e tristeza;
  • Alterações do desejo sexual;
  • Irritabilidade;
  • Manifestação de sintomas físicos, como dor muscular, dor abdominal, enjoo.
Mas há uma coisa importante a dizer aqui,e que vocês já repararam: todos nós temos estes sintomas em determinadas alturas da nossa vida.O problema não é ter estes e outros sintomas,o problema está no tempo que eles duram.....Muito simplesmente o meu psiquiatra disse-me que se eu passasse mais de duas  ou três semanas com alguns destes sintomas para me preocupar.

Outra coisa: depressão não é a mesma coisa que constipação!!!!Ou seja não se deve nunca deixar de tomar um anti-depressivo como se deixa de tomar um Ilvico!!!!
Isso é a coisa mais estúpida que existe!!!A medicação só pode ser retirada com ordem médica e com supervisão.Quando isto não acontece passa-se uma coisa muito simples:recaída.E meus caros as recaídas são tramadas e muito difícieis de recuperar,e quando isso acontece a dose de medicação é mais elevada e pode inclusive levar à internação.

Pela vossa saúde mental e pela dos outros leiam bem isto consultem o portal da saúde o site http://www.adepressaodoi.pt/ e informem-se.

7 comentários

  1. Oh Inês, se sofreres de depreessão, tens um óptimo remédio para a combater! Infalível...

    ResponderEliminar
  2. Teófilo: vamos lá dismistificar uma coisa.Pelo tempo que tu segues os rascunhos já entendeste bastante bem que eu tomo um anti-depressivo (e penso que quem se der ao trabalho de ler pedaços do blog subentende isso).Então se sabes que eu tomo não me vais dizer para deixar de tomar de um dia para o outro e para tomar coisas de ervanárias pois não???
    Então diz lá qual é o remédio que tens?

    ResponderEliminar
  3. Inês, eu até acreditava na tão famosa intuição feminina! Afinal nem sempre bate certo. Agora falhaste, pois não tinha a mínima intensão de falar em drogas! Sabes qual o remédio a que me referia?
    O remédio para viver sem stress sou eu! Quem viver junto de mim não morre de tédio nem sofre de depressão. Teófilo= antidepressívo!

    ResponderEliminar
  4. Ora bolas...tenho que ir à procura de um Teófilo!!

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Olá,Inês!
    Estava agora aqui a tentar saber algo sobre o que pode originar uma depressão, já que ando à algum tempo muito pouco motivada para o que quer que seja, pois estou desempregada e por ter ultrapassado já a idade considerada adequada(50anos), para retomar ao mercado de trabalho tenho vindo a deixar-me ir abaixo o que se traduz no meu caso, num duplo problema. Sempre pensei que jamais me aconteceria. Fico muitas vezes com um enorme sentimento dculpa/impotência,uma espécie de marasmo, de onde não consigo sair. Bem hajas pelo teu testemunho.
    Um beijo.
    Maria Adelina
    Terça feira,6 de Outubro de 2010

    ResponderEliminar
  7. Adelina:
    eu não sei que utilidade os meus testemnunhos podem ter,mas quero sinceramente acreditar que consigam não mudar ideias mas acabar com a discriminação que existe,assim como alertar para um problema grave.
    O que eu sei por experiência própria é que antes de ir ao psiquiatra,li muito,investiguei muito para perceber se de facto estava ou não a caminhar para um problema.Depois de me dar por satisfeita com as leituras que comprovaram o que eu suspeitava e sentia fui ao médico.
    A verdade?Custou imenso ter que ouvir determinadas coisas,mas se não tivesse ido provavelmente a esta hora não sei se estaria aqui com a minha sanidade e saúde mental completas.
    Espero que o meu testemunho de alguma forma a ajude.
    Bjs

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall