quarta-feira, dezembro 15, 2010

Ainda o Natal

"Vais passar o Natal com o teu pai??? Não vais ficar com a tua mãe, que está internada e que vai sair entretanto?"
"Tia eu vou passar o Natal lá abaixo, a minha mãe já sabe."
"E se eu não estivesse cá e se fosse sair nessa altura?Olha que a tua mãe fica muito sensível nesta altura do ano."
"E eu vou passar o Natal lá abaixo,ela já sabe.Eu vou para baixo."
"A tua mãe abdicou de muito para ti."
"E eu,não abdiquei de nada aos 30 anos???"

Estão à vontade para dizerem que sou egoísta, pois bem provavelmente sou porque quero ir para onde me sinto bem. Se tenho que gramar com isto mais vale gramar onde me sinta bem.
E isto para mim é chantagem e emocional!!!
Dassssssssss e chega a altura em que só quero adormecer dia 24 e acordar dia 26 já com isto passado!!!
Irra!!!!!!!

10 comentários

  1. Confirmas mesmo tudo aquilo que disseste em posts anteriores...detestas o natal!!!

    ResponderEliminar
  2. Manda a tua tia...plantar batatas! ;)

    ResponderEliminar
  3. Apesar de teres 30 anos ainda merecias umas boas palmadas. Ó Inês, vive o Natal à tua maneira e deixa o Natal mundano. O que tu vives é o real. O outro é o tal que tu detestas e eu também. Eu vivo um Natal diferente dos outros e estou-me maribando para aquilo que os cagões pensam ou dizem.
    FELIZ NATAL.

    ResponderEliminar
  4. Esta é a merda que nos arranjam quando somos filhas únicas.

    ResponderEliminar
  5. Olha, eu passo pelo menos desde que os meus pais se divorciaram.
    Desde os 13 anos que sou "obrigada" a tomar conta do meu pai!

    Não por ele, mas por imposição das minhas tias!

    ResponderEliminar
  6. Filipe: os meus motivos para não apreciar esta altura do ano são perfeitamente válidos...

    ResponderEliminar
  7. Malena: vontade não me falta.

    ResponderEliminar
  8. Teófilo: as coisas não são assim tão fáceis.

    ResponderEliminar
  9. Cláudia: é injusto, digam o que disserem.

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall