quinta-feira, janeiro 20, 2011

Ainda há pouco...

Passei na papelaria e vi um livro de um senhor chamado Augusto Branco (toda a gente deve saber da sua existência menos eu).Como fiquei curiosa foi pesquisar sobre o senhor e descobri que ele tem um poema motivacional que parece já ter corrido este mundo e o outro.
Como achei o dito cujo interessante,e porque fala daquilo que nos esqueçemos muitas vezes aqui está o dito que foi retirado do que penso ser o blog do senhor.

"Já perdoei erros quase imperdoáveis
Tentei substituir pessoas insubstituíveis
E esquecer pessoas inesquecíveis

Já fiz coisas por impulso
Já me desiludi com pessoas
Que nunca imaginei que me desiludiriam
Mas também desiludi alguém

Já abracei pra proteger
Já ri quando não devia
Fiz amigos eternos
E amigos que nunca mais vi

Amei e fui amado
Mas também fui rejeitado
Fui amado e não amei

Já gritei e saltei de tanta felicidade
Já vivi de amor e fiz promessas eternas
Mas também me magoei muitas vezes

Já telefonei só para ouvir uma voz
E apaixonei-me por um sorriso.
Já pensei que fosse morrer de tanta saudade
Tive medo de perder alguém especial
(e acabei por perder).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E também tu não deverias passar!

Bom é lutar com determinação
Abraçar a vida com paixão
Perder com classe
E vencer com ousadia
Porque o mundo pertence a quem se atreve
E a vida é muito para ser insignificante."




14 comentários

  1. Eu também não sabia da existência do senhor. Mas o que eu gostava mesmo era de ver a foto do urso ao acordar... :)
    Ah, e o pormenor da "pinguina" de mala na mão é lindo!
    (Isto tudo porque não me apetece falar de assuntos sérios como a vida e e assim.)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Porque o mundo pertence a quem se atreve...
    Inês, tu tresandas a bom gosto!

    ResponderEliminar
  3. Tulipa: a vida....olha eu tomar as dores e os problemas dos outros tenho andado numa pilha de nervos!!!onde é que reflectiu?No dormir,e no voltar a abusar do tabaco!!!

    ResponderEliminar
  4. Pinkinha:quer dizer que cheiro bem!!!

    ResponderEliminar
  5. Ai! Então o touro e a vaca não têm efeito?? Então o tabaco voltou? Ai a minha vida...

    ResponderEliminar
  6. Inês da minha vida: se não nos atrevermos nesta vida não será em mortas que o vamos fazer! Por isso, garra!
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderEliminar
  7. Conhecia o Poema, mas não o senhor... Mesmo assim prefiro os ditos do Einstein!!

    ResponderEliminar
  8. Não o conhecia na totalidade mas é, sem dúvida, soberbo e bastante real... Gosto :) *

    ResponderEliminar
  9. Um poema que lembra muita coisa que passou pela nossa vida.

    ResponderEliminar
  10. Não te sintas mal! Eu também não conhecia este senhor! Mas não te deves sentir bem com a "inculteza" dos outros!!!

    ResponderEliminar
  11. Já vi ali o coelho maroto em belém!! Vá lá... pensei que ia dar um pontapé à miuda...ou mandar uma carvalhada!!!

    ResponderEliminar
  12. Pois...Motivacional... É como os livros de auto-ajuda. ;)

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall