domingo, janeiro 16, 2011

Pinturas

Gosto de quadros com cores fortes,pinceladas fortes que mostrem vida.Não gosto de quadros bonitinhos e fofinhos onde tudo é muito queridinho.
Gosto de quadros que mostrem sentimento,vida ou falta dela,desejo, que exprimam emoções ao olhar e me façam entrar neles e lá ficar fazendo parte ou estando somente a observar a pintura do lado de fora. Gosto de olhar para uma pintura e de ficar arrebatada,de pensar o que estava eventualmente o artista a sentir naquela altura,não saber se a obra é impressionista ou cubista.Gosto de sentir o amor,o ódio,a alegria,a  raiva,a tristeza, a depressão,a emoção que o artista coloca nele.
Gosto de quadros com alma.
Vincent Van Gogh A noite estrelada

11 comentários

  1. Eu não o teria dito melhor que tu, é precisamente de quadros assim que gosto e pelos quais sou arrebatada, apenas acrescentaria que gosto de quadros que de tão fortes e profundos me dão vontade de lhe passar os dedos ao de leve pela tela só para fechar os olhos e os poder ver com os dedos =)

    ResponderEliminar
  2. InÊs, e hieronymus bosch? também entra nessa categoria?

    ResponderEliminar
  3. Ena! O Ricardo gosta do Bosch!!! São tão "arrepiantes" os quadros dele! Mas realmente são compostos de figuras bem delineadas. E agora, Inês?? ;))

    ResponderEliminar
  4. Menina: welcome back!!!
    É a vontade de tocar a tela que faltava pôr aqui.

    ResponderEliminar
  5. Ricardo e Malena:não me lembro do Bosch.Vou ver e já digo.

    ResponderEliminar
  6. Inês dou-te aqui algumas "coisas" que gosto:
    René Maggritte, gosto bastante, e o "caso Thomas Crown" com o "filho do homem" é muito introspectivo.
    kandinsky, adoro as cores, o movimento e a explosão de arte que é. também gosto das "linhas e traços" apenas.
    Dali, TUDO BOM! :)

    ResponderEliminar
  7. Ricardo: Dali é Dali!!!
    Tu sabes que a minha pessoa gosta de cor e de coisas "explosivas".Tenebrismos e afins não são para os meus gostos.
    E depois há aquele que pintou em Capri umas coisas tão giras,mas não me lembro do nome.

    ResponderEliminar
  8. Sou uma doida por história da arte... os de Matisse mexem comigo!

    ResponderEliminar
  9. Eu também gosto destas pinceladas cheias de vida, traço firme, que não admite muitas dúvidas. E Miró, gostas?
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderEliminar
  10. Oh gente:basicamente tudo o que tenha expressão,cor,personalidade e afins eu gosto:Dali,Miró,Maggritte,Matisse,tudo o que seja do final do século XVIII em diante eu gosto!!Quer dizer quase tudo.
    Mas não me peçam para encontrar uma vaca num quadro onde eu vejo um cão.

    ResponderEliminar
  11. Inês, a "magia" da arte é ver-mos com o cérebro e nem sempre com os olhos. A parte que acho ridícula é as aulas que temos sobre arte onde alguém te explica o que o artista pensou quando "construiu" algo e dão milhões de explicações.
    Não será possível que um Picasso, Kandinsky, ou outro qualquer tenha feito uns "rabiscos" e no fim tivesse pensado "tá giro"? Nem tudo é "metafísica do ser humano no contexto socio-cultural da sociedade moderna e ....."

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall