quarta-feira, março 23, 2011

Internet's

Todos os dias usamos a Internet, seja para ver o mail, um blog, um facebook, as páginas dos jornais, youtube, e afins. É um facto, e quem disser o contrário mente. A Internet faz parte da nossa vida e não podemos dizer o contrário. Estas coisas assustam-me muito. Fazem-me pensar até que ponto se pode confiar nas pessoas que estão do outro lado, até que ponto o perseguido passa a ser o perseguidor.
Pessoas que fazem o cyberbullying seja através de mail's, facebook's, chat's, blog's e afins pessoas que não são mentalmente saudáveis, que se alienaram da sua vida própria e passaram a viver em função desta "realidade virtual", onde uns se mostram como são, outros se escondem por detrás de uma fachada, outros inventam realidades que não existem.


Diz a Wikipedia sobre o cyberbullying: 
"Cyberbullying é uma prática que envolve o uso de tecnologias de informação e comunicação para dar apoio a comportamentos deliberados, repetidos e hostis praticados por um indivíduo ou grupo com a intenção de prejudicar outrem. Como tem se tornado mais comum na sociedade, especialmente entre os jovens, legislações e campanhas de sensibilização tem surgido para combatê-lo.
(...) O cyberbullying pode ser tão simples como continuar a enviar e-mail para alguém que já disse que não querem mais contato com o remetente, ou então pode incluir também ameaças, comentários sexuais, rótulos pejorativos, discurso de ódio, tornar as vítimas alvo de ridicularização em fóruns ou postando declarações falsas com o objetivo de visar a humilhação.
Os Cyber-bullies podem divulgar os dados pessoais das vítimas (como nome, endereço ou o local de trabalho ou de estudo, por exemplo) em sites ou fóruns, ou publicar material em seu nome que o difame ou ridicularize-o. Alguns cyber-bullies também podem enviar e-mails e mensagens instantâneas ameaçando e assediando as vítimas, postar rumores e boatos e instigar os outros para cima da vítima."

8 comentários

  1. Pois... isso também me assusta um bocado, por vezes, nós principalmente, que estamos por cá todos os dias e apesar de pensar que estamos seguros, vamos divulgando coisas sobre nós que formam um todo não difícil de encontrar. E temos tendência a pensar que todas as pessoas são saudáveis e bem intencionadas como nós, mas, infelizmente não é bem assim.

    Um beijo minha Inêzita.

    ResponderEliminar
  2. Verita: assusta não assusta???
    Mas o que se deve fazer sempre pelo menos nós que somos grandinhos é ignorar e continuar a nossa vidinha. Eu gosto de escrever aqui, de ler o que escrevem, mas atenção...as pessoas têm que ter uma vida fora daqui. Se não vivem fora da internet, não usufruem do mundo que há lá fora.

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho assim uma parasita.
    Uma mulher mitómana, que inventa na net uma vida que deseja mas não tem.
    Uma mulher horrível a todos os níveis.
    Que usa o facto de eu ter deficiência visual para tentar anular-me gozar-me, ou até ridicularizar-me.
    Desperta pena num mendigo essa mulher.

    ResponderEliminar
  4. http://monstrosemonstrices.blogspot.com/2011/03/desadequada-e-mal-educada.html

    mais não digo...
    Grande Inês!

    ResponderEliminar
  5. Petra: mas é isso mesmo. Pessoas assim dão pena, e não são mentalmente saudáveis, não têm vida e isto vê-se em todo o lado.

    ResponderEliminar
  6. Pink: obrigada pelo elogio, mas este post pretende alertar para uma realidade com a qual convivemos todos os dias.

    ResponderEliminar
  7. O meu projecto de investigação é sobre o Bullying, que inclui muito, principalmente nos dias de hoje, o Cyberbullying!

    Obrigada pelo teu conselho!

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall