segunda-feira, julho 29, 2013

Post "bruto"

Para mim a coisa é muito simples.
Apesar de respeitar profundamente as convicções de quem é contra a touradas, acho do mais desumano que existe, ver comentários de regozijo por cada vez que alguém do mundo da tauromaquia sofre um acidente ou morre.
Regozijaram-se pelo acidente do Nuno Carvalho, da Morte do José Maria Cortes, pelo acidente que ontem José Luís Gonçalves sofreu...
Não entendo e nunca vou entender onde está a moral de quem ao mesmo tempo que defende a vida dos toiros, regozija-se de contentamento com o mal e sofrimento de que as pessoas são alvo.
E não vou na história do "é bem feita porque mata animais", "deviam ter a mesma morte". Se as touradas não são humanas, o contentamento de alguém com o sofrimento de outro, muito menos o é.
Estas são atitudes do mais fundamentalista que existe e, fundamentalismos nunca levaram ninguém a bom porto ou a um final feliz.
Da minha parte, as melhoras a José Luís Gonçalves.


3 comentários

  1. Sabes que te digo? Estupidez no seu estado máximo! É que nem vale a pena tentar entender a mesquinhez!

    ResponderEliminar
  2. É coisa que me deixa de cabelo em pé, também. Ainda hoje li comentários absolutamente absurdos sobre o assunto. Eu também queria respeitar quem tem essas convicções, juro que queria, mas esse tal comportamento fundamentalista faz com que, para mim, percam toda a razão.

    ResponderEliminar
  3. Ter uma opinião é uma coisa, ser tão radical é ridículo. Concordo contigo, obviamente.

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall