quinta-feira, outubro 10, 2013

No dia Internacional da Saúde Mental


Urge alertar as pessoas para a doença mental, mas também acabar como o preconceito e vitimização em redor das mesmas.
A Doença Mental seja ela qual for não se pega. Toda a Doença Mental tem medicação que ajuda à sua estabilização. Toda a Doença Mental dói, e por ser uma dor da alma custa e muito a sarar. Mas sara, com medicação, psicoterapia, apoio de familiares e amigos, mas acima de tudo, com muito trabalho e força de vontade por parte da pessoa que tem a Doença Mental.
Importa acabar com o estigma do doentinho e do maluquinho, bem como alertar para os sinais da mesma. E na sociedade em que vivemos aumenta cada vez mais o número de pessoas que sofrem de depressão e outras doenças mentais, bem como dos que fazem uma qualquer medicação de vertente psiquiátrica. E se importa acabar com o estigma, é por demais importante acabar com a vitimização de quem tem uma Doença Mental.
E importa também alertar que neste país o tratamento para a Doença Mental dado pelo SNS é escasso, é insuficiente. Faltam meios, falta assistência, falta uma real compreensão do assunto. E os números falam por si, e são bem elucidativos.

3 comentários

  1. Bom post Inês.
    Como já sabes sou bipolar, numa forma bastante agressiva.
    Tomo uma medicação muito forte e tenho que ter certos cuidados.
    Mas não sou de modo nenhum a coitadinha da maluquinha.
    Trabalho, cuido da minha casa e dos meus filhos.
    Não tenho ajuda e neste momento o meu marido está no estrangeiro.
    Mas tenho uma vida, rica, cultural e harmoniosa.
    À minha volta tudo desliza e tudo funciona.
    Ontem o meu filho dizia-me: Mãe estou feliz, a minha vida corre tão bem.

    ResponderEliminar
  2. Texto muitíssimo pertinente...atualmente muitos lutam com diversas de doenças mentais que assumem várias formas e com as quais nos devemos habituar a lidar e a valorizar para que possam ser tratadas logo de ínicio...Com a depressão tive já grande contato, fez demasiados
    estragos num familiar meu diria mesmo irreparáveis...e no entanto a depressão é muitas vezes menosprezada pela sociedade...!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  3. TRABALHANDO SAÚDE MENTAL COM AS CRIANÇAS
    NOVIDADE
    APRENDER A DISTINGUIR QUEM MERECE UMA EXPLICAÇÃO, QUEM MERECE APENAS UMA RESPOSTA E QUEM NÃO MERECE ABSOLUTAMENBTE NADA ...ANDRÉ MANSUR

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall