Bem sei que venho atrasada, porque só ontem pus a leitura blogosférica em dia

terça-feira, março 03, 2015

Bem sei que venho atrasada, porque só ontem pus a leitura blogosférica em dia, mas ainda não resisto a emitir a minha opinião sobre a barbearia "mulher não entra".
As feministas que fizeram aquela "entrada em grande" na barbearia, terão porventura a consciência de que ajudaram em muito a aumentar a visibilidade e os clientes do dito estabelecimento exclusivo para homens (e cães também)???
É que assim de repente, sou pessoa para acreditar que os proprietários terão agradecido ainda que silenciosamente todo o marketing gratuito que lhes fizeram.

Sou e serei sempre contra estas formas estranhas de "seleccionar e seccionar clientes". Sou do tempo em que os porteiros das discotecas exigiam entradas ao pares, o que por si só discriminava quem estivesse "desemparelhado", mesmo que num grupo de amigos, não concordo com a "política" do vivafit, odeio os encontros do dia da mulher (ai do desgraçado que se tente meter num grupo de mulheres ao dia 8 de Março se não for um stripper), as "ladies night" nunca me fascinaram, clubes dó de mulheres idem aspas aspas. Sou e serei sempre a favor igualdade entre os sexos, e dos Direitos das Mulheres (e muito há a trabalhar nesse ponto). Mas o facto de ser Mulher, não me faz embandeirar em arco a favor de um "bando de galinhas", que simplesmente não armou mais do que uma escandaleira, que culminou com uma visibilidade estrondosa para a dita barbearia.

Posto isto.....e na minha opinião, que não passa de uma humilde e sincera opinião, existem formas mais práticas, legais e com muito mais bom-senso para se reclamar contra a regra "da mulher não passa da soleira da porta". Eu como mulher, ao tomar conhecimento deste "riot feminista", ao ler a notícia, os posts, ao ver o vídeo fiquei estúpida.
Fiquei estúpida, literalmente estúpida, até porque em vésperas do Dia Internacional da Mulher, sou capaz de elencar uma série de pontos sobre os Direitos da Mulher que não são cumpridos....mas por exemplo, não acredito que vá ver estas feministas a protestarem da mesma forma num hipermercado Continente, sobre a exploração cometida sobre as mulheres que trabalham por lá trabalham....







You Might Also Like

0 comentários