Indignação

quarta-feira, março 07, 2012

Fiquei boquiaberta quando ouvi na rádio que a Makro vai despedir os seus 1500 trabalhadores que tem por todo o país. Mais do que boquiaberta, fiquei espantada, revoltada e indignada. "Necessidades de custos baixos", diz o Jornal de Negócios, falta de respeito pelas pessoas, digo eu. 
Não cabe na cabeça de ninguém (ou não cabia até à data), que fizessem algo como ou aceitam as condições ou gramam com o despedimento colectivo, e não têm direito a nada no fundo de desemprego, levam com a indemnização e já gozam.
Para pouparem custos??? Não, nada disso. Para fazerem novos contratos e porem e disporem de quem quer e precisa de trabalhar. 
Bem.....agora quero ouvir o que os nossos governantes e restantes  membros do Parlamento têm a dizer sobre o assunto amanhã (ou daqui a bocado), no Conselho de Ministros, ou na "Reunião quinzenal." 
E vai a Makro fechar???Não, não vai. Reduz de forma estúpida os funcionários e vai escravizar os que irão ser contratados.
Isto é precariedade ao mais alto nível (neste caso baixo nível), é uma filha da putice. Mas este país está bem é para eles, esses filhos da putice.



You Might Also Like

3 comentários