quarta-feira, março 07, 2012

Indignação

Fiquei boquiaberta quando ouvi na rádio que a Makro vai despedir os seus 1500 trabalhadores que tem por todo o país. Mais do que boquiaberta, fiquei espantada, revoltada e indignada. "Necessidades de custos baixos", diz o Jornal de Negócios, falta de respeito pelas pessoas, digo eu. 
Não cabe na cabeça de ninguém (ou não cabia até à data), que fizessem algo como ou aceitam as condições ou gramam com o despedimento colectivo, e não têm direito a nada no fundo de desemprego, levam com a indemnização e já gozam.
Para pouparem custos??? Não, nada disso. Para fazerem novos contratos e porem e disporem de quem quer e precisa de trabalhar. 
Bem.....agora quero ouvir o que os nossos governantes e restantes  membros do Parlamento têm a dizer sobre o assunto amanhã (ou daqui a bocado), no Conselho de Ministros, ou na "Reunião quinzenal." 
E vai a Makro fechar???Não, não vai. Reduz de forma estúpida os funcionários e vai escravizar os que irão ser contratados.
Isto é precariedade ao mais alto nível (neste caso baixo nível), é uma filha da putice. Mas este país está bem é para eles, esses filhos da putice.



3 comentários

  1. Ora agora disseste tudo amiga.... filha da putice e da grossa. E assim vai o nosso jardim a beira-mar plantado, que de jardim não tem nada.

    ResponderEliminar
  2. Não vai despedir, propôs que eles saíssem. Agora foi apenas isso.

    ResponderEliminar
  3. Eu só quero ver como vai ser no fim do mês....

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall