A globalização tem destas coisas

terça-feira, outubro 15, 2013

Sabemos que vivemos numa sociedade moderna, e que o mundo é de facto uma aldeia global quando a meio da tarde nos deparamos com a notícia de que um adolescente entrou armado numa escola.
Se a globalização nos deixa próximos do vizinho que está no outro do lado do mundo e se devido a essa mesma globalização temos mais e melhores acessos ao que se passa por todo o mundo, o que assistimos ontem vem mostrar o reverso da medalha, ou o seu lado mais escuro.

Bem como nos vêm alertar para uma realidade bem dura e cruel. Até ontem seria impensável que um adolescente entrasse armado numa escola disposto a esfaquear e a matar pessoas. Até ontem essas coisas existiam apenas em filmes e em países como os EUA. Até ontem pensava-se que "coisas" destas nunca iriam acontecer por cá, até porque não temos o culto das armas, nem "tradição" nestas tentativas de massacres.

Pois bem, a tradição já não é o que era, e massacres podem acontecer em qualquer lado, mesmo por cá.
Felizmente não aconteceu nada de mais grave, mas fica o alerta lançado. O alerta lançado para os pais, encarregados de educação, escolas, professores, auxiliares de acção educativa. Não podemos e não estamos descansados. Os efeitos nefastos da globalização chegam a todo o lado.

E um plano destes não é concebido da noite para o dia. É pensado, elaborado minuciosamente. E este adolescente não tem necessariamente que ser proveniente de uma família desestruturada, nem ser um mau aluno, nem ser "arruaceiro". Basta muito simplesmente que tenha sido perseguido, gozado, ameaçado. Ou mais simplesmente vitima de bullying na sua forma mais gravosa, sucessivamente.

E neste assunto, é importante vir-se a saber as motivações que levaram a uma tentativa de massacre que felizmente foi gorada. É importante saber o que gerou esta atitude, o que levou a que fosse concebido um plano para matar 60 pessoas.

Doença mental??
Necessidade de auto-afirmação???
Traços de psicopatia??
Perseguição??

São estas as perguntas que gostava e muito de ver respondidas.

You Might Also Like

2 comentários

Popular Posts

Subscribe