quarta-feira, outubro 31, 2012

Halloween

Apesar de termos importado o Halloween aqui para o cantinho à beira mar plantado, afirmo que não alinho na nova tradição.
Faço parte da malta que ia dia 1 de Novembro bater de porta em porta e dizer "Pão por Deus, pão por Deus".
E era encher o saco do pão com rebuçados, maçãs, doces, enfim o que nos dessem. E o que vinha à rede era peixe.

Já diz a frase que a tradição já não o que era, mas eu não gosto da "nova tradição", destas importações que não têm nada a ver com a nossa cultura.
Basicamente máscaras usam-se no carnaval, não nesta noite. E os doces dão-se amanhã.

9 comentários

  1. Cá em cima nunca assisti à tradição do "Pão de Deus", aliás só há poucos anos soube da sua existência. E de facto esta nova tradição, quer queiramos quer não, foi entrando devagarinho... e veio para ficar, sabes porquê? Porque quem a aculturou foram as crianças... e elas é que a vão levar como "sua" para os anos que hão-de vir.

    Eu, que já não costumo brincar ao Carnaval, muito menos acho grande piada ao Halloween. Mas isso não quer dizer que renegue a sua existência ou deixe de falar sobre o assunto.

    Beijinhos sem máscaras nem chapéus pontiagudos na cabeça!
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim para máscaras e partidas basta-me o Carnaval.Não achei piada nenhuma quando soube que o meu pai ficou com o carro cheio de ovos.

      Eliminar
    2. Nossa... que biolência...!!!

      Eliminar
  2. Sou mesmo ignorante, nem sabia dessa tradição do Pão por Deus. Aqui não se usa. :D acho giro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui em baixo vai-se ao Pão por Deus. Ai deve ser a tradição de ir aos bolinhos.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. É uma tradição que é nossa, é uma importação.

      Eliminar

© Brainstorming
Maira Gall