quarta-feira, janeiro 22, 2014

Ao contrário de muitas opiniões

Não acredito e custa-me a crer que a tragédia no Meco tenha acontecido devida a praxes, a praxes académicas, praxes que eu fiz e que me fizeram.
Acho sim, que vai muito para além disso. O sucedido tem contornos muito mais obscuros do que aparenta. 

Definitivamente, não me parece nem agora, nem no início.
 E sim, o sobrevivente, como testemunha deve contar o sucedido, mas não vou excomungá-lo pela amnésia selectiva que apresenta. 

E é redutor usar a palavra praxe e as praxes neste assunto, como se fosse o bode expiatório. Os culpados?? As praxes e essa espécie de fascistas, de monstros que fazem a praxe.

Mortos devido a praxes académicas???? Não vou nessa história...
Tendo muito mais a ir para "praxes" relacionadas com algum ritual ou culto, do que com o diabo em figura de gente que é a 
praxe académica.

5 comentários

  1. Talvez tenha acontecido porque estavam a fazer praxes parvas, mas não se pode culpar a praxe pela idiotice alheia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas parece que é o que está a acontecer.

      Eliminar
  2. Vou-te deixar aqui o que escrevi na minha página do face sobre o que penso não este caso específico mas sim no tema em si:

    Fico estupefacta com a curiosidade mórbida das pessoas. Com tantos alertas que tem havido sofre o estado do tempo, nomeadamente com o mar e as pessoas, mesmo assim, põem-se na boca do lobo. Depois, depois acontece o inevitável. Mas no final das contas, são os que cá ficam que sofrem com a perda patética dos ditos curiosos. O que vale uma curiosidade? Uma vida pelos vistos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais. E foi esse o primeiro pensamento. Afinal de contas quem manda as pessoas irem plantar-se à beira do mar com um temporal como o que estava??
      Quanto ao resto, muito sinceramente a comunicação social em vez de ajudar a explicar, especula. Tem sido assim desde o início. O que não ajuda nada, só complica. E as pessoas especulam e especulam...Parece um filme.

      Eliminar
  3. Sem dúvida, acredito que tenha sido sim uma ideia mórbida e parva que eles tenham de praxe, um ritual qualquer que eles com uma boa lavagem cerebral feita acreditem ser uma praxe necessária.. Agora culpar as praxes académicas por tudo que aconteceu, não concordo também.

    ResponderEliminar

© Brainstorming
Maira Gall