quarta-feira, janeiro 07, 2015

#JeSuisCharlie




Eu sou Charlie Hebdo, todos somos Charlie Hebdo.
Não foi somente um atentado à França. Foi um atentado a todos nós. A todos nós que vivemos e temos Liberdade: Liberdade de Expressão, Liberdade de nos exprimimos livremente. Mais que um atentado à Liberdade de Expressão é o atentado à nossa Liberdade, à nossa Segurança, ao nosso País, às nossas Convicções, à nossa Liberdade de Culto e Religiosa.

Um atentado à Liberdade em França por um bando de fanáticos islâmicos, que não respeitam o próprio Corão, os Ensinamentos que lhes foram transmitidos é um atentado a todos nós.

Querem meter-nos medo?
Querem-nos intimidar?
Não conseguem, não vão conseguir. Toda a Liberdade que temos e em que vivemos é mais forte do que qualquer fundamentalismo que haja, mesmo que pela força e pela morte de Inocentes cujo "pecado" é ser Livre.

2 comentários


  1. Inês, é impossível não ter medo... é impossível não odiar... é impossível não pensar para quê pôr filhos neste mundo!
    Hoje estou muito cinzenta... muito mesmo! Voltou-me a lembrar o 11 de Setembro... e esse sim, foi o point of no return.

    Beijinhos minha Princesa, hoje mais murchinhos que o habitual.
    :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há quem diga que o Charlie e a sátira foram longe demais....mas eu não vejo a coisa desse prisma. Vejo sim um bando de gente que quer submeter outros através da morte, do medo e da força....e tenho muito medo do que vem aí como "resposta"...

      Eliminar

© Brainstorming
Maira Gall